Gunter Axt é historiador. Bacharelou-se em História para UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul – em 1992 e defendeu mestrado na mesma universidade em 1995. Doutorou-se em História Social pela USP – Universidade de São Paulo, em 2001. Desenvolveu pós-doutorado junto ao CPDOC da FGV – Centro de Pesquisa e Documentação da Fundação Getúlio Vargas – entre 2005 e 2006. Em 2009, foi professor visitante na Université Denis Diderot, Paris VII, junto ao Institut de la Pensée Contemporaine. Foi pesquisador associado ao Laboratório de Estudos da Intolerância (LEI) da USP entre 2005 e 2011 e integra o Grupo de Trabalho em História Política da Associação Nacional de História (ANPUH), que já coordenou em nível nacional e regional.
Atuou como pesquisador e gestor cultural com foco na área da memória e do patrimônio histórico, contribuindo na concepção ou execução de diversos projetos de memória institucional, dentre os quais os da Assembleia Legislativa do RS, do Poder Judiciário do RS, do Ministério Público do RS, do Tribunal Militar do RS, da Ajuris (Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul), da Escola Superior da Magistratura do RS, do Tribunal Federal da 4ª Região, do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (Santa Catarina), do Ministério Público de Santa Catarina, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, do Conselho da Justiça Federal, do Ministério Público Militar da União e do Conselho Nacional do Ministério Público.
Em 2007, integrou o Programme Courants da Maison de Cultures du Monde, em Paris. Entre 2006 e 2008 integrou a curadoria do seminário internacional Fronteiras do Pensamento, que se realizou em Porto Alegre, em Salvador e em São Paulo.
Entre 2010 e 2012 foi curador do Congresso de Jornalismo Cultural, promovido pela revista Cult, de São Paulo. Entre abril de 2012 e agosto de 2013, foi Professor do Mestrado em Memória Social e Bens Culturais e esteve vinculado ao projeto de mestrado Direito e Sociedade, ambos do Centro Universitário La Salle, Canoas/RS.
É, desde 2012, pesquisador colaborador do Núcleo de Estudos Diversitas, da USP. Desenvolve, desde outubro de 2014, segundo estágio pós-doutoral, dessa vez junto ao Programa de Pós-Graduação em Direito do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Santa Catarina.
Tem vários títulos publicados, entre livros, artigos e obras organizadas, tendo se especializado em História do Brasil Império e República, História do Direito e da Justiça, História Cultural do Brasil e gestão cultural. Seu livro mais importante, Gênese do Estado Moderno no RS, resultado de sua tese de doutorado, foi lançado na Feira do Livro de Porto Alegre de 2011, quando também foi indicado finalista do Prêmio Fato Literário. Seu livro As Guerras dos Gaúchos foi contemplado em 2009 com dois prêmios Açorianos de Literatura, oportunidade na qual o livro Fronteiras do Pensamento: retratos de um mundo complexo recebeu também uma menção honrosa. É editor-chefe da revista Interfaces Brasil/Canadá (Qualis A 2 em Letras: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/interfaces/index ), da Associação Brasileira de Estudos Canadense, entidade junto a qual funciona como vice-presidente desde abril de 2012.

Link Base Lattes CNPq:
http://lattes.cnpq.br/0528981935854177

Link to Google Scholar: https://scholar.google.com.br/citations?user=FRZry9gAAAAJ&hl=pt-PT


 

Gunter Axt is a historian. He graduated in History at Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brazil, in 1992 and defended master's degree at the same university in 1995; PhD in Social History at Univeridade de São Paulo in 2001; and Postdoctoral developed by the Centro de Pesquisas e Documentação da Fundação Getúlio Vargas (CPDOC-FGV) in Rio de Janeiro, between 2005 and 2006. In 2009, he was visiting professor at the Université Denis Diderot, Paris VII, France, by the Institut de la Pensée Contemporaine. He was researcher associate at the Intolerance Studies Laboratory (LEI), at USP, from 2005 to 2011, and member of the Working Group on Political History of the Brazilian Association of History (ANPUH), which has already coordinated at national level.

He served as a researcher and cultural manager focusing on the area of ​​memory and History, contributing to the planning and to execute many institutional projects, among which: the Legislative Assembly of the Rio Grande do Sul State, the Judiciary of the same State, the Public Attorney of Rio Grande do Sul, the Military Court of Rio Grande do Sul, the Federal Court of the 4th District, the Regional Labor Court of Santa Catarina the Council of Federal Justice, the Public Attorney of Santa Catarina State, the Judicial Court of Santa Catarina State, the Federal Military Attorney and the National Council of the Public Attorney.

In 2007, he joined the Programme Courants, of the Maison de Cultures du Monde, in Paris. Between 2006 and 2008, he was curator of the international seminar Boundaries of Thought, held in Porto Alegre, in Salvador and in Sao Paulo. Between 2010 and 2012 he was curator of the Cultural Journalism Congress, sponsored by the magazine Cult, from São Paulo. Between April 2012 and August 2013, he was Professor for the Masters in Social Memory and Cultural Heritage, and has been also linked to the master's project Law and Society, both of the La Salle Center, Canoas / RS.

He is, since 2012, a research collaborator at the Diversitas Center of Studies of Intolerance, Diversity and Conflicts, of the Universidade de São Paulo (USP). He develops, since October 2014, new post-doctoral stage, this time by the Graduate Program in Law of the Legal Sciences Center of the Federal University of Santa Catarina.

He has published several titles, mostly in Brazil, but also in USA and in France, including books, articles and chapters of books, especially in History of Brazil Empire and Republic, History of Law and Justice, Cultural History of Brazil and cultural management. His most important book, “Gênese do Estado Moderno no Rio Grande do Sul (1889-1929)”, result of his doctoral thesis, was launched in the Porto Alegre Book Fair (Brazil) in 2011, when he was also nominated finalist in the Literary Fact Award. His book “As Guerras dos Gaúchos”, was awarded in 2009 with two Azorean Literature Award (in Porto Alegre city), opportunity in which the book “Fronteiras do Pensamento: retratos de um mundo complexo” also received an honorable mention. He is columnist in newspapers and magazines in Brazil. He is journal’s editor in chief of Interfaces Brazil / Canada (Qualis Capes A 2 in Arts and Literature: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/interfaces/index ), the Brazilian Association of Canadian Studies official academic journal, since 2014, and vice president of ABECAN since April 2012.